página principal

Comunicação

Vídeos

  • Entrevista Bom Dia Pernambuco

    O presidente do Sinduscon-PE, Gustavo de Miranda, concedeu entrevista no dia 30 de Dezembro de 2013 ao programa Bom Dia Pernambuco. Na ocasião, falou sobre as perspectivas do setor para 2014 com ênfase na empregabilidade. Portal G1 Em PE, setor da construção civil deve contratar mais pessoas em 2014 Com novas obras no estado, trabalhadores terão ano cheio. Carpinteiros e pedreiros de acabamento são funções mais procuradas. O mercado da construção civil tem expectativa de crescer entre 3,5% a 4% em 2014. Em Pernambuco, com o lançamento de prédios residenciais e grandes empreendimentos, o setor está em constante procura por mão de obra. O assunto foi abordado em entrevista com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do estado (Sinduscon-PE), Gustavo Miranda, no Bom Dia Pernambuco desta segunda-feira (30). A procura pela mão de obra, que antes estava concentrada no Complexo de Suape, agora se espalha por todas as regiões pernambucanas. “Essa ideia de que o término das obras da refinaria, das obras da petroquímica, possa ser uma coisa muito ruim para o estado, é preciso se tranquilizar. Aqueles empreendimentos demandaram uma série de necessidades, inclusive empresariais e residenciais, e isso fez com que chegasse grande centralidade, [como a] Reserva do Paiva. Então muita gente vai migrar para esses empreendimentos privados”, explica Miranda. Em Pernambuco, o Litoral Norte vem se destacando no setor. A localidade terá uma grande demanda de trabalhadores com a instalação de uma montadora de carros. “A centralidade ao Norte, mais especificamente a região de Goiana, com a chegada da montadora Fiat, que vai trazer de 60 a 80 fábricas de menor porte, mas que exigirão muita gente trabalhando e novas obras de infraestrutura, como o Arco Metropolitano”, detalha o presidente do Sinduscon-PE. De acordo com Gustavo Miranda, entre os profissionais mais procurados estão os carpinteiros, pedreiros de acabamento e operadores de máquinas. Apesar do término de muitas obras, não há motivos para o trabalhador da construção civil ficar parado por falta de empregos. O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) é uma boa maneira de procurar vagas de trabalho, segundo Miranda. O trabalhador pode pegar informações sobre a disponibilidade de vagas de emprego e estágio no site do IEL.