página principal

Sinapi

Caderno Técnico das Composições de Revestimento

Foi questionado ao SINAPI sobre os espaçadores presentes nas composições de assentamento cerâmico, já que não foi observado o custo para esse item

A equipe do SINAPI informou que o custo desse item é irrisório, em relação ao custo da composição, por este motivo, não foram considerados. Porém iriam fazer a indicação no Caderno Técnico do Grupo

Está descrito no Caderno Técnico de Composições Representativas do serviço de Emboço/Massa única interna – Lote 1, como equipamentos, o andaime para acesso às partes superiores das paredes. Verificou-se que o insumo andaime não está incluso na composição. Foi questionado o que a informação que consta no Caderno significa?

O SINAPI respondeu que as composições do serviço de emboço/massa única indicam a inclusão do esforço para colocação de escadas ou montagem de plataformas e guarda-corpo, sem considerar o custo do equipamento propriamente dito. Em geral, as composições do SINAPI não incluem equipamentos auxiliares que são empregados na execução de vários serviços na obra, esses deverão ser apropriados como item de planilha.

Conforme a NBR 7200 a espessura do chapisco é de 3 a 5 mm, possível justificativa para adoção da espessura média de 4 mm, com um desperdício de 5% no transporte e manuseio da argamassa considerado pelo SINAPI. No entanto, sendo o chapisco aplicado com colher de pedreiro, questionou-se a manutenção desta espessura média

A equipe do SINAPI informou que, no que diz respeito às considerações da composição 87879 – Chapisco aplicado tanto em pilares e vigas de concreto como alvenarias de paredes internas, com colher de pedreiro - Argamassa traço 1:3 com preparo em betoneira 400l. AF_06/2014, o valor utilizado de consumo de argamassa foi obtido por meio de medições em campo e em informações de catálogos de fornecedores de argamassa, dessa forma, esses valores expressam não um valor uniforme de uso, mas uma tendência do que foi efetivamente verificado campo

Pelo índice do pedreiro descrito, 0,07h/m2 de chapisco, tem-se que o profissional deve realizar 1 m2 do serviço em 4,2 min. E neste tempo está contemplada, como deveria, a folga para ir ao banheiro, beber água e paradas eventuais para descanso, bem como prevê, como descrito no Caderno Técnico, o esforço para colocação de escadas ou montagem das plataformas de trabalho e guarda-corpos?

Os tempos improdutivos inerentes ao processo de execução dos serviços foram considerados nos coeficientes de produtividade das composições aferidas. Exemplo de tempos improdutivos são os gastos com a preparação da frente de serviço, paradas para alimentação e treinamento, entre outros. O SINAPI orientou que, para mais informações sobre a metodologia de aferição, realizasse a leitura do Manual de Metodologias e Conceitos, disponível em www.caixa.gov.br/sinapi.

O questionamento encaminhado seria para entender melhor sobre Porcelanato, Grês e Semi-Grês o fato das composições possuírem apenas especificação Grês , médio e popular e porcelanato para piso tendo restrição segundo as aferições realizadas pela Equipe do SINAPI não contemplando as áreas de pisos de secas com aplicação de Semi-Grês ou Semi-poroso;

Após análise pormenorizada a respeito da aplicabilidade das composições de revestimento, informamos que, a partir dos relatórios do mês de 05/2017, as composições de revestimento cerâmico para piso e paredes não terão mais o critério “Grês” e “Semi-grês” em sua descrição.
ii. A partir de Maio, as composições serão divididas de acordo com as características dos insumos, ou seja, para cerâmica padrão popular, a descrição nova será “Revestimento cerâmico (...) com placas tipo esmaltada padrão popular (...)”, já para padrão médio a descrição nova será ““Revestimento cerâmico (...) com placas tipo esmaltada extra (...)”.