página principal

Comunicação

O Construtor

Revista o Construtor | Ed. Nº 03 - 2016

Sistema de Geração de Energia baseada em Biodigestores Dispersos - Estudo de Caso e Desafios para Ampla Viabilização

O tema Energia voltou a ser abordado no segundo dia do evento, com a palestra "Sistema de Geração de Energia baseada em Biodigestores Dispersos - Estudo de Caso e Desafios para Ampla Viabilização", proferida pelo diretor da Versattus Gestão de Projetos e Energia, Paulo Gama, doutor em Engenharia Elétrica pela USP, e pelo diretor da Sustente Energias Renováveis, Sérgio Peres, professor da UPE.

O tema destaca-se a partir do desenvolvimento de projetos de geração de energia distribuída, que vem crescendo significativamente nos últimos anos devido à criação de novas regulamentações que clarificam e viabilizam a entrada de micro e mini geradores de energia na rede de distribuição.

Neste sentido, foi apresentado durante o GBC Brasil Summit Nordeste o projeto de pesquisa financiado pela Companhia Energética de Pernambuco - CELPE e intitulado "Arranjos técnicos e comerciais para inserção de geração de energia elétrica a partir do biogás de resíduos/efluentes líquidos dentro de um modelo com biodigestores dispersos" , bem como o sistema piloto de geração de energia a biogás, usando como insumo os resíduos de lixo orgânico e folhagens.

Este sistema encontra-se em operação na Reserva Camará, em Camaragibe/PE, contribuindo com a sustentabilidade ambiental e inovando com conceitos que permitem a replicação deste modelo em novas construções condominiais e em locais com geração abundante de excrementos animais e agrícolas. "Os resultados do projeto serão apresentados visando criar um elemento de discussão para futuros projetos e também para novas regulamentações municipais, estaduais e federais que possam minimizar os custos de investimento e tornar a solução um exemplo de geração distribuída sustentável e economicamente viável, visando com isso viabilizar amplamente a sua aplicação", explica Paulo Gama.