Clipping

Pernambuco pede retomada da ferrovia e da adutora

01/11/2019 -Fonte: Portal FolhaPE - Economia

O governador Paulo Câmara esteve nesta quinta-feira (31) em Brasília em busca de recursos federais para conclusão de obras essenciais para o estado de Pernambuco, como a Ferrovia Transnordestina e a Adutora do Agreste. O encontro na capital federal foi realizado com os ministros da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

O pedido para retomada das obras da Transnordestina que vai até o Porto de Suape, foi feito ao ministro Tarcísio, onde o governador solicitou recursos para a conclusão em solo pernambucano, pelo fato de que a obra já foi retomada no Ceará e no Piauí. Já o pleito da Adutora do Agreste foi feito para o ministro do Desenvolvimento Regional, Canuto, onde o governador pede que as obras da segunda fase do empreendimento sejam iniciadas para beneficiar 40 municípios do Estado.

Paulo destaca que o pedido é para que as obras estimulem o desenvolvimento do Estado. "Tivemos a oportunidade de passar para os dois ministros a importância dessas duas obras para o futuro de Pernambuco. São ações estruturadoras, prioritárias para o nosso Estado, e precisamos garantir a continuidade das duas", reforçou Paulo Câmara.

A secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, Fernandha Batista também acompanhou as reuniões, e acredita que até o fim do ano o Governo Federal se posicione sobre as obras da Adutora e da Transnordestina. “Os ministros ficaram de fazer os esforços necessários para retomada das obras, que são importantes para o nosso Estado. Foram abordados aspectos técnicos e financeiros para as obras, a Transnordestina está parada, e a Adutora é preciso que a segunda fase inicie logo, para gerar emprego e renda. A gente espera ainda esse ano ter respostas do que foi cobrado, são obras estruturadoras que viabilizam o desenvolvimento econômico e social do estado”, destacou Fernandha.

Além do pedido para as duas obras principais realizadas pelo Governo Federal no Estado, outra pauta de prioridade discutida foram recursos para realizar a dragagem do Porto do Recife. De acordo com o secretário Schwambach, o ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes, ficou de analisar a viabilidade dos recursos desde reuniões que acontecem de janeiro até o momento.

“Foi direcionado recurso de R$ 23 milhões pela Lei Orçamentária Anual (LOA). Já foram vendidas as etapas dos protocolos do projeto e de licença. Agora, o ministério está elaborando a minuta do termo de compromisso para que em novembro já possamos assinar essa minuta”, explicou o secretário.

Veja Mais