Clipping

Duplicação da BR-232 na pauta dos pré-candidatos - Sinduscon PE

Duplicação da BR-232 na pauta dos pré-candidatos

11/05/2022 - Fonte: Diário de Pernambuco.Com - Política
Danilo Cabral prometeu ontem fazer a obra até Serra Talhada se for eleito, um dia depois de Miguel Coelho falar em duplicar a estrada até o município de Custódia

A duplicação da BR-232, a partir do município de São Caetano, que há anos não consegue sair do papel, volta à pauta de, pelo menos, dois pré-candidatos ao Governo de Pernambuco nessas eleições. Em suas plataformas de governo, a pasta dos Transportes tem sido vista como prioritária para promover o desenvolvimento da malha rodoviária do estado. Muitas foram as tentativas de tirar do papel a duplicação. Recentemente, o passo dado foi a triplicação da rodovia nos primeiros 6,8 km entre o fim da Avenida Abdias de Carvalho até pouco depois da entrada da BR-408, orçada em R$ 93 milhões o que pretende acabar com os congestionamentos constantes para quem sai ou chega ao Recife.

O pré-candidato pela Frente Popular, deputado Danilo Cabral (PSB) anunciou que, se eleito, fará a duplicação da BR-232 até Serra Talhada e, ainda, a construção de uma terceira faixa de Serra até Salgueiro. Segundo ele, através de uma parceria com o governo federal.

“Esperamos firmar uma parceria com o presidente Lula, para tirar esse antigo sonho dos pernambucanos do papel, trazendo mais desenvolvimento e integração para o estado”, disse durante entrevista ontem à Rádio Jornal de Caruaru. De acordo com o deputado, o valor total previsto é de R$ 3 bilhões para a duplicação de 285 quilômetros, de Caruaru até Serra Talhada. Para a terceira faixa que vai de Serra Talhada até Salgueiro, estão orçados mais R$ 500 milhões.

Miguel
Pré-candidato ao governo pelo União Brasil, Miguel Coelho também considera o tema da duplicação da BR-232 como uma das principais bandeiras da sua pré-campanha, mas prevendo a expansão até o município de Custódia, um trecho de 185 quilômetros a partir de São Caetano. “A duplicação vai melhorar o fluxo de veículos e facilitar o escoamento da produção das indústrias e dos agricultores da região”, disse Miguel.

O ex-prefeito de Petrolina defendeu um amplo programa de recuperação das estradas de Pernambuco, apontadas como as piores do país, segundo ranking da Confederação Nacional do Transporte. “Se você olhar os últimos sete anos, foram os menores investimentos da nossa história, tanto em estradas como em infraestrutura de uma forma geral. E o que a gente defende é um programa urgente, amplo e permanente todo o ano, de pelo menos R$ 400 milhões, para que a gente possa recuperar as nossas estradas”, afirmou o pré-candidato em entrevista à rádio Cabo FM na segunda-feira.



Veja Mais

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Sinduscon-PE - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Sinduscon-PE.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Sinduscon-PE não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Sinduscon-PE implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar