página principal

Comunicação

Clipping

Fonte: JC | 28 de fevereiro de 2018

A economia da segurança

Há um certo açodamento de analistas em acreditar que a intervenção na segurança do Rio de Janeiro foi um gesto desesperado do governo Temer para tirar a Previdência da linha de fogo. Foi, mas não só isso. A ideia do Ministério da Segurança vem sendo gestada no Ministério da Defesa há mais de um ano, quando o Exército precisou desenvolver a série de caras operações de Garantia da Lei de Ordem.

Juntado informações de fronteira, intercepção de carregamentos de drogas em pequenos aviões, crescimento de rotas na Amazônia, disputa do mercado deixado pela saída das Farc da Colômbia, veio a constatação de que as facções brasileiras também usaram crise econômica para se preparar organizacionalmente para se internacionalizar na distribuição.

A intervenção no Rio de Janeiro pode gerar a vitrine política, mas o objetivo é de base econômica. E parece claro que a ida de Raul Jungman para a Segurança é a prova de que venceu a ideia (sempre defendida por ele) de cuidar de inviabilizar a distribuição, usando o banco de dados das Olimpíadas, do Comando Militar do Leste e da Polícia Federal, entre outros. Até porque sempre é bom lembrar: militar não improvisa.

Recorde de empresas na lista negra

Pelas contas do Serasa, o número de empresas inadimplentes no Brasil bateu novo recorde em janeiro. Cerca de 5,4 milhões de CNPJs estavam negativados, o maior número desde março de 2015. Juntas, essas empresas deviam o montante R$ 123,8 bilhões. O Nordeste tem 16,3% do total dessas companhias.

IPTU de Olinda

Termina hoje o prazo para os contribuintes de Olinda quitarem o IPTU 2018 com desconto de até 30% na cota única. Este ano, 121 mil carnês foram enviados pela prefeitura.

Occhi no Recife

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, estará no Recife sexta-feira. As 10h, no Sinduscon-PE, falará sobre Perspectivas do Mercado Imobiliário e Infraestrutura.

Chamada de voluntários Achievement

Abertas, até o dia 23 de março, as inscrições para jovens do ensino médio voluntários atuarem na Junior Achievement de Pernambuco.

Petrobras rebaixada pela Fitch

Sem reforma da Previdência, sobrou para a Petrobras. Agência de classificação de risco Fitch Ratings rebaixou sua nota de BB para BB-.