página principal

Comunicação

Clipping

Fonte: Diário de Pernambuco | 24 de abril de 2018

Reunião define as obras prioritárias para o Recife

Gestor apresentou investimentos em projetos para 2018. Alguns ainda dependem de repasses federais

Com um orçamento previsto de R$ 6 bilhões para 2018, o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), pretende usar R$ 300 milhões desse valor em obras na cidade. Ontem, ele promoveu uma reunião com o secretariado para pactuar as metas prioritárias da gestão. Entre os principais projetos estão a conclusão do Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão), a construção do Hospital do Idoso, a entrega de novas Academias Recife, o recapeamento e revestimentos de ruas, além de escadarias e contenção de encostas. Também constam nas prioridades o Pacto Beberibe 2, que tem a finalidade de urbanizar a margem do Rio Capibaribe e ruas do entorno.

Algumas das obras, no entanto, dependem da liberação de verbas federais. Os projetos feitos em conjunto com o governo federal aguardam, por exemplo, a liberação de recursos da Caixa Econômica Federal e de ministérios que vão viabilizar ações na cidade. Além do Pacto Capibaribe e o Geraldão, o secretário de Planejamento, Administração e Gestão de Pessoas, Jorge Vieira, escalado pelo prefeito para falar sobre a reunião do secretariado, citou o Pacto Cordeiro, em execução nesse bairro, onde está sendo construída uma estação de tratamento.

De acordo com o secretário, a Prefeitura do Recife aguarda, atualmente, a aprovação de um empréstimo para investimentos no valor de R$ 200 milhões, referente a uma linha de crédito junto à Caixa Econômica. Já o empréstimo com o Banco Mundial (Bird), de US$ 220 milhões, que vinha sendo negociado com o governo federal desde 2013, não chegará mais aos cofres da prefeitura. Ontem, Jorge Vieira afirmou que o modelo do contrato venceu e não pode mais ser negociado com a instituição financeira. “Temos a contrapartida da prefeitura, mas a prefeitura só não consegue fazer”, disse o secretário, ao reconhecer as dificuldades para conseguir a liberação de verbas federais.

Sobre outras prioridades da gestão, o Programa Novo Clima, da Secretaria de Educação, vai climatizar, conforme Jorge Vieira, 100% da rede escolar municipal até o fim do próximo ano. Questionado sobre o impacto da medida na conta de energia da prefeitura, explicou que o aumento da conta está “equacionado” e o governo suportará o impacto.

Mas na contabilidade dos números, o que preocupa a gestão são as despesas com pessoal. Segundo o secretário, o comprometimento já chega a 49.3%. “Estamos próximo do limite (da Lei de Responsabilidade Fiscal), por isso essa despesa tem que ser vigiada com muito cuidado. Essa é uma das tarefas do núcleo de gestão”, pontuou, acrescentando que não houve corte no orçamento. “O que fizemos foi manter os níveis do ano passado, pactuando o orçamento de forma que, por exemplo, a despesa de custeio não suba. Todas as secretarias estão fazendo um esforço para manter, no máximo, o que foi gasto com custeio no ano passado”.

Cenário

Investimentos da Prefeitura do Recife

Geraldão

R$ 43 milhões - Investimento total
R$ 19 milhões do Governo Federal (por meio do Ministério do Esporte)
R$ 24 milhões de contrapartida do Município

Quanto já foi investido

R$ 20,3 milhões
R$ 11,3 milhões da Prefeitura do Recife
R$ 9 milhões do Governo Federal

Previsão de entrega - segundo semestre/2018

Hospital do Idoso
Em março, foi publicado o resultado da empresa que foi contratada para a elaboração dos projetos básico e executivo

Valor contratado
R$ 995 mil

Estrutura
60 leitos, salas de cirurgias, UTI e toda a parte ambulatorial

Até junho/2018, os projetos serão entregues para licitação da obra

Academia Recife
R$ 84 mil (média de custo por unidade)

Obras viárias

R$ 3,3 milhões em investimento
Pavimentação e qualificação de vias (Brejo da Guabiraba)

Orçamento e investimento

A LOA 2018
R$ 6 bilhões - previsão de investimento
* O valor considera todas as possíveis fontes de receitas (repasses, receita própria, captações, convênios)

Em 2017
R$ 183 milhões - investimento da Prefeitura do Recife

Em 2018 (previsão)
R$ 300 milhões

Passeios públicos

R$ 105,3 milhões investimento total
previsto R$ 99,8 milhões (FGTS)
R$ 5,5 milhões (contrapartida da Prefeitura do Recife)