página principal

Comunicação

Clipping

Moradores da Roda de Fogo recebem escrituras de propriedade

Fonte: Folha PE | 27 de março de 2018

Moradores da Roda de Fogo recebem escrituras de propriedade

Com a entrega deste lote, cerca de 1.900 famílias já garantiram a propriedade definitiva do terreno, com o registro no Cartório de Imóveis

Depois de muita luta, o sonho da casa própria chegou para mais famílias da comunidade da Roda de Fogo, no bairro dos Torrões, na Zona Oeste do Recife. Nesta terça (27), foram entregues mais 600 escrituras de propriedade do Programa Meu Imóvel Legal do Governo do Estado, que garante a propriedade do terreno para famílias que comprovarem residir nos imóveis que reivindicam.

As entregas foram realizadas durante solenidade na Escola Estadual Pintor Lauro Villares, localizada no centro comunidade. Na ocasião, a Prefeitura do Recife ainda anunciou a conclusão da obra da creche local para dezembro e da área comercial do Terminal de Roda de Fogo, em frente a área do educandário.

Na comunidade, residem cerca de 3.600 famílias. Com a entrega deste lote, cerca de 1.900 famílias já garantiram a propriedade definitiva do terreno, com o registro no Cartório de Imóveis.

Os moradores mais antigos lembram que tudo começou com uma ocupação. Depois de anos de luta, conseguiram a permanência no lugar. “A gente chegou aqui no dia 27 de janeiro de 1987. Isso era só um terreno baldio e começamos a ocupar o terreno. Um mês depois já estavam aqui 1.600 famílias”, recordou o líder comunitário Vicente Albuquerque, um dos primeiros moradores do lugar e que participou da invasão inicial. “Foram várias passeatas, várias lutas para a gente conseguir a permanência. Só em 1990 conseguimos um projeto de urbanização, que trouxe melhorias e equipamentos para o bairro. A partir daí fomos em busca do registro", acrescentou.

Durante a solenidade, dez pessoas receberam simbolicamente, em mãos, o registro de suas propriedades. Edite Maria Mendes, 67, veio de Paudalho, Zona da Mata Norte, em 1991 para cuidar de sua mãe. De lá para cá, foram muitas lutas para conseguir a casa própria da matriarca, que morreu há um ano e quatro meses sem ver seu sonho se realizar. “Eu estou muito feliz, a dificuldade para conseguir a escritura foi muito grande. Antes de a minha mãe morrer, ela disse que estavam para regularizar oficialmente nossa casa. Depois que ela morreu, alguns meses depois, fui procurada pela Prefeitura para fazer o cadastro”, lembrou. “Vai ser a primeira coisa que terei em meu nome, e isso não tem dinheiro que pague”, completou.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, destacou, além das escrituras, os investimentos na educação e no comércio local anunciados para a comunidade. “Não é só a propriedade da casa, uma luta de décadas, mas também o anúncio da creche que vai atender as crianças aqui de Roda de Fogo”, ressaltou. “Além disso, haverá melhoria na área comercial do terminal, em frente à creche, no terminal, que vai otimizar o trabalho daquelas pessoas que lutam tanto para ter ali a sua renda”, completou.