página principal

Comunicação

Clipping

Portal NE10 - JC Oline | 03 de novembro de 2017

Construção demite 268 mil empregados em um ano, diz IBGE

O total de empregados na construção diminuiu 3,8% no terceiro trimestre de 2017

A construção cortou 268 mil postos de trabalho no período de um ano, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O total de ocupados na atividade encolheu 3,8% no terceiro trimestre de 2017 ante o mesmo período de 2016.

Leia Também

Empresários da indústria diminuem ritmo de demissões, revela CNI
Correios devem reabrir plano de demissões para cortar 5,46 mil vagas
Demissões ainda estão em estudo, afirma presidente dos Correios
Microempresas fazem 21% das demissões
Índice Nacional de Custo da Construção sobe 0,19% em outubro
Materiais desaceleram inflação da construção na 1ª medição do IGP-M

Também houve corte de vagas no setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com menos 400 mil empregados, um recuo de 4,4% no total de ocupados. Na direção oposta, a indústria criou 245 mil vagas no período de um ano, uma alta de 2,1% no total de ocupados no setor no terceiro trimestre ante o mesmo trimestre de 2016. O comércio contratou 410 mil empregados, alta de 2,4% na ocupação no setor.

A atividade de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas - que inclui alguns serviços prestados à indústria - registrou um crescimento de 488 mil vagas em um ano, 5,1% de ocupados a mais.

Também houve aumento no contingente de trabalhadores de alojamento e alimentação (+562 mil empregados), outros serviços (+214 mil pessoas), transporte, armazenagem e correio (+117 mil ocupados), serviços domésticos (+27 mil empregados) e administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (+51 mil vagas).


Outra comparação

Na comparação entre o terceiro trimestre de 2017 e o segundo trimestre do mesmo ano, a indústria criou 67 mil postos de trabalho, o equivalente a um aumento de 0,6% no total de ocupados no setor.

O total de ocupados no País cresceu 1,2% no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre, com a criação de 1,061 milhão de vagas.

Outros setores que contrataram no período foram a construção, com 141 mil postos de trabalho a mais; comércio, com 91 mil funcionários a mais; alojamento e alimentação, mais 175 mil; administração pública, defesa, seguridade social, educação e saúde, mais 249 mil novas contratações; informação, comunicação, atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, com 241 mil a mais; serviços domésticos, 77 mil a mais; e outros serviços, com a geração de 54 mil novos postos

Por outro lado, houve demissões em transporte, armazenagem e correio, com 11 mil ocupados a menos, e em agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com 31 mil vagas extintas.



Diário de Pernambuco - Economia | 03 de novembro de 2017

Vias do Recife Antigo são niveladas à altura do Marco Zero

Vias urbanas situadas no entorno do Marco Zero estão sendo niveladas à altura da praça para evitar inundações no inverno. As obras, que fazem parte do projeto de construção do boulevard de pedestres da Avenida Rio Branco, incluem a implantação de calhas de drenagem de água pluvial.
A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer está executando os serviços por meio do Prodetur nas avenida Marquês de Olinda e Barbosa Lima, além do trecho que conecta a Rio Branco ao Marco Zero pela Avenida Alfredo Lisboa. Segundo a pasta, manter todas as ruas no mesmo nível impedirá a retenção de água de chuvas. O prazo de entrega de todos os serviços é até dezembro.
A Avenida Rio Branco será transformada, do Cais do Apolo à Alfredo Lisboa, em uma área só para pedestres, com quiosques, bancos e parklets. O projeto inclui a restauração das calçadas, mantendo a característica original dos desenhos, embutimento da fiação elétrica, nova arborização e implantação de mobiliário urbano que promova a permanência dos transeuntes. Ao fim das obras, a via terá 24 metros de largura e 269 metros de comprimento.
A secretária executiva do Prodetur, Manuela Marinho, destaca que a transformação da Avenida Rio Branco é fundamental para o Recife Antigo como área de lazer e turismo. “A movimentação do público vai garantir o fortalecimento do comércio local e contribuir com a conscientização da população sobre a preservação de espaços públicos”, analisou. O investimento da obra é de R$ 4,5 milhões. Os recursos para realização do boulevard são do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).



Diário de Pernambuco - Local | 03 de novembro de 2017

Governo finaliza obras de batalhão

O governador Paulo Câmara anunciou ontem, em Caruaru, que o Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (Biesp) será entregue no dia 14 de novembro. A unidade contará com 300 policiais militares para atender o município e a região Agreste. O equipamento atuará no combate ao tráfico de drogas, assaltos, porte ilegal de armas e desarticulação de grupos de extermínio, com atenção especial às áreas rurais.
“Nós temos trabalhado muito para melhorar a segurança do nosso estado. Com o Biesp entrando em funcionamento com toda a sua capacidade, vai ajudar muito na melhoria da segurança de Caruaru e vai dar um apoio fundamental à região do Agreste. É um esforço redobrado, mas eu tenho certeza de que a gente vai finalizar o ano de 2017 com redução no número de homicídios”, comentou Câmara. Ele destacou que cerca de 1,3 mil policiais militares estão na academia e, em março, atuarão nas ruas. “Também temos mil policiais civis, ou seja, 140 delegados, 600 agentes e mais de 400 policiais da Polícia Científica”, completou.
O Biesp contará com quatro companhias formadas por unidades especializadas, atualmente com atuação apenas na Região Metropolitana do Recife: a Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam), a Radiopatrulha, o BPChoque, o CIPCães e o Policiamento de Trânsito.
O tenente-coronel Menezes, destacou que a população caruaruense “já está sentindo a diferença”, com o reforço de 140 novos policiais lançados às ruas em outubro. Segundo o estadio, a cidade registra redução de 50% dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais em relação a setembro. O efetivo será incorporado ao Biesp a partir do próximo mês. “Com os cães de faro de droga que teremos aqui, haverá uma facilidade muito grande para apreensão. Quando nós recebermos, por exemplo, uma informação de um determinado número de veículos que está vindo com uma carga de drogas, vamos poder desmontar o esquema”, ressaltou.



Diário de Pernambuco - Economia | 03 de novembro de 2017

Quase 13 mi estão sem emprego

Apesar da melhora recente, o país ainda contava com 12,961 milhões de pessoas em busca de emprego no terceiro trimestre, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ontem. O resultado significa que há mais 939 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um aumento de 7,8%.
O total de ocupados cresceu 1,6% no período de um ano, o equivalente à criação de 1,462 milhão de postos de trabalho. Como consequência, a taxa de desemprego passou de 11,8% no terceiro trimestre de 2016 para 12,4% no terceiro trimestre de 2017. No mês de setembro, entretanto, o país tinha 179 mil brasileiros a mais trabalhando em relação a setembro do ano passado.
A construção civil cortou 268 mil postos de trabalho no período de um ano, segundo a Pnad. O total de ocupados na atividade encolheu 3,8% no terceiro trimestre de 2017 ante o mesmo período de 2016. Também houve corte de vagas no setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com menos 400 mil empregados, um recuo de 4,4% no total de ocupados.
Na direção oposta, a indústria criou 245 mil vagas no período de um ano, uma alta de 2,1% no total de ocupados no setor no terceiro trimestre ante o mesmo trimestre de 2016. O comércio contratou 410 mil empregados, alta de 2,4% na ocupação no setor. A atividade de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas - que inclui alguns serviços prestados à indústria - registrou um crescimento de 488 mil vagas em um ano, 5,1% de ocupados a mais.
Também houve aumento no contingente de trabalhadores de alojamento e alimentação (+562 mil empregados), outros serviços (+214 mil pessoas), transporte, armazenagem e correio (+117 mil ocupados), serviços domésticos (+27 mil empregados) e administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (+51 mil vagas).
O mercado de trabalho perdeu 810 mil vagas com carteira assinada em um ano. O total de postos de trabalho formais no setor privado encolheu 2,4% no terceiro trimestre ante o mesmo período do ano anterior. Já o emprego sem carteira no setor privado teve aumento de 6,2%, com 641 mil empregados a mais. O total de empregadores cresceu 4,0% ante o terceiro trimestre de 2016, com 163 mil pessoas a mais. (AE e Folhapress)



Folha de Pernambuco - Economia | 27 de outubro de 2017

Semana Imobiliária oferece mais de 3 mil imóveis

Ação acontece até o dia 29 de outubro, no Shopping RioMar, com opções a partir de R$ 140 mil

De acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o setor imobiliário teve nos últimos 12 meses uma alta de quase 12% nas vendas líquidas de imóveis e os lançamentos subiram cerca de 8%. Com base nessa retomada do mercado imobiliário, a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE) realiza, até o dia 29 de outubro, a Semana Imobiliária de Pernambuco. No evento, o público pode encontrar 21 construtoras com mais de três mil imóveis com preços a partir de R$ 140 mil. A organização afirma que haverá condições de pagamento mais flexível.

O mercado apresenta uma retomada positiva por conta da queda dos juros imobiliários e das opções mais baratas do crédito. As reduções se deram em função do recente corte dos juros básicos da economia por parte do Banco Central.

Segundo o vice-presidente da Ademi-PE e coordenador da semana Imobiliária, Gildo Vilaça, “o crédito está melhorando; a inflação está caindo, mesmo que timidamente. Além disso, a taxa Selic caiu 3 pontos. Diante disso, essa é a época perfeita para as pessoas que guardaram um dinheiro nos visitarem”, destacou.



Portal FolhaPE - Economia | 27 de outubro de 2017

Governo anuncia concessão do Aeroporto do Recife

O Aeroporto Internacional do Recife faz parte da lista de treze terminais incluídos no Programa Nacional de Desestatização por meio do Decreto 9.180/17. O decreto foi assinado pelo presidente Michel Temer e publicado na edição desta quarta-feira (25) do Diário Oficial da União. Pelo decreto, os aeroportos ficam qualificados no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), da Presidência da República.

Os 13 empreendimentos poderão ser concedidos à iniciativa privada individualmente ou em blocos, conforme decisão que será embasada pelos estudos de modelagem da desestatização, conforme detalhado no texto.

Leia também:
Aberta concessão de Aeroporto do Recife
Média de satisfação dos passageiros com aeroportos se mantém estável

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil será responsável pela condução e aprovação dos estudos, projetos e levantamentos e pelas investigações que subsidiarão a modelagem das medidas de desestatização, de acordo com o decreto.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ficará responsável pela realização e acompanhamento das medidas de desestatização, sob a supervisão do ministério.

Em julho, o governo anunciou 57 projetos de concessões e privatizações de empresas públicas, entres eles 14 aeroportos – incluindo o de Congonhas, segundo maior do país, com movimento de 21 milhões de passageiros por ano. Congonhas, no entanto, ficou fora da lista publicada hoje no Diário Oficial.

No último dia 20, o Ministério dos Transportes divulgou nota informando que o governo reavalia manter os planos de leiloar no próximo ano a concessão de Congonhas. Na nota, o ministério informou que o ministro Maurício Quintella apresentou ao presidente Michel Temer estudos e análises mostrando que a concessão poderia prejudicar a sustentabilidade da Infraero.

Os seguintes aeroportos serão concedidos:
Gilberto Freyre, em Recife (PE)
Eurico de Aguiar Salles, em Vitória (ES)
Marechal Rondon, em Várzea Grande (MT)
Aeroporto de Macaé, em Macaé (RJ)
Orlando Bezerra de Menezes, Juazeiro do Norte (CE)
Presidente Castro Pinto, em Bayeux (PB)
Presidente João Suassuna, em Campina Grande (PB)
Santa Maria, em Aracaju (SE)
Zumbi dos Palmares, em Maceió (AL)
Maestro Marinho Franco, em Rondonópolis (MT)
Presidente João Batista Figueiredo, em Sinop (MT)
Piloto Oswaldo Marques Dias, em Alta Floresta (MT)
Aeroporto de Barra do Garças, em Barra do Garças (MT)



Portal Folhape - Economia | 27 de outubro de 2017

Decreto autoriza construção de 27 empreendimentos imobiliários em Jaboatão

A assinatura aconteceu durante o lançamento do projeto Jaboatão Invest na manhã desta quarta-feira (25)

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, Anderson Ferreira, assinou decreto autorizando a construção de 27 empreendimentos imobiliários nos bairros de Piedade e Candeias, que estavam congelados desde 2013.

A assinatura aconteceu durante o lançamento do projeto Jaboatão Invest na manhã desta quarta-feira (25). O investimento será acima de R$ 624 milhões, e deve gerar cerca de 4 mil empregos diretos e 12 mil indiretos, além de oferecer cerca de 929 unidades.

Leia também:
Orla de Jaboatão terá 27 empreendimentos
Jaboatão mostra seu potencial turístico

O projeto tem o objetivo de facilitar e incentivar o setor da construção civil a realizarem mais investimentos na orla do município e fomentar a economia a gerar condições favoráveis aos empreendimentos imobiliários gerando uma maior renda e empregos.

Anderson Ferreira também firmou convênio com o Presidente do Sinduscon, José Antônio de Lucas Simon, e com o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE), Carlos Tinoco, que vão cooperar na desburocratização dos licenciamentos e retiradas de documentos, agilizando serviços, no treinamento da mão de obra e infraestrutura.

Além do Projeto Invest, o prefeito anunciou a instalação de chuveiros e banheiros públicos climatizados nas orlas de Piedade e Candeias e de um novo ordenamento da orla, oferecendo mais lazer para a população



Portal Pernambuco.Com - Local | 27 de outubro de 2017

Compesa conclui obra antes do prazo e libera via em Santo Amaro

Concluída na manhã desta quarta-feira a obra de esgoto iniciada ontem à noite na Rua Pedro Afonso, bairro de Santo Amaro, no Recife. A intervenção foi finalizada antes do prazo previsto que seria na sexta-feira.



Apenas após a abertura da vala foi possível identificar que o serviço a ser realizado, a substituição de três metros de tubulações da rede, era menos complexo que o esperado. O trecho interditado da Rua Pedro Afonso, entre as Ruas do Pombal e Treze de Maio já foi liberado para o trânsito de veículos.



Portal Diário de Pernambuco - Economia | 27 de outubro de 2017

Município de Jaboatão dos Guararapes receberá 27 novos empreendimentos Imobiliários

Jaboatão dos Guararapes vai ganhar 27 empreendimentos imobiliários entre os próximos quatro anos, incluindo prédios residenciais, empresariais e um hotel. A novidade faz parte do projeto Jaboatão Invest, que tem como objetivo incentivar os setores locais da construção civil e do comércio. A expectativa é de que sejam investidos mais de R$ 624 milhões e sejam lançadas 929 unidades imobiliárias, além da geração de 4 mil novos empregos diretos e 12 mil indiretos. O decreto que libera a construção dos empreendimentos foi assinado na manhã desta quarta-feira (25) por Anderson Ferreira (PR), o prefeito de Jaboatão dos Guararapes. A cerimônia de lançamento do projeto aconteceu no Centro Cultural Miguel Arraes, localizado em Prazeres.

Os empreendimentos fazem parte de projetos que estavam congelados desde 2013 localizados entre o antigo hotel Dorisol, localizado em Piedade, e o antigo restaurante Candelária, que fica no bairro de Candeias. Eles abrangem um raio de 3,3 quilômetros. O Jaboatão Invest também firmou parcerias com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de Pernambuco (Sinduscon) e com a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi). Eles vão ficar responsáveis por cooperar na desburocratização dos licenciamentos dos imóveis, retirada de documentos, agilização dos serviços e treinamento de mão de obra.

Outra novidade apresentada ontem pelo prefeito Anderson Ferreira e por Sidnei Aires, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade, é o investimento na Orla da praia de Jaboatão, que contempla os bairros de Candeias e Piedade. Até janeiro do próximo ano serão inaugurados 10km de ciclofaixa de lazer aos domingos, uma arena poliesportiva, um parque infantil e uma estação de ginástica em inox. Além disso, chuveirões e banheiros climatizados serão instalados.



Diário de Pernambuco - Economia | 27 de outubro de 2017

Projeto amplia oferta de imóveis

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes lança hoje o projeto Jaboatão Invest, que busca incentivar os setores de comércio e construção civil no município. A primeira ação do programa já foi realizada com o mutirão organizado nas últimas semanas para destravar 27 empreendimentos na orla da cidade. Agora, as construtoras que estavam com as obras travadas desde 2013 poderão retomar as atividades, o que lançará mil unidades habitacionais no mercado imobiliário de Jaboatão, aumentando a arrecadação da cidade e o estoque de ofertas à beira-mar do mercado pernambucano. A expectativa é de que o setor comece a sentir um aquecimento nas vendas a partir do segundo semestre de 2018.

Sidnei Aires, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade explicou, em conversa com Alexandre Rands, presidente do Diario, que o mutirão formado liberou as licenças que estavam travadas na prefeitura, e o próximo passo do Jaboatão Invest para incentivar o mercado imobiliário será disponibilizar cursos de qualificação para a mão de obra das construtoras e fazer todo o acompanhamento de novos projetos com maior agilidade.

Para atrair os empreendedores e incorporadoras, a prefeitura está, simultaneamente ao destravamento das obras antigas, revitalizando a orla da cidade através de parcerias com empresas privadas. “Até janeiro, quem for às praias de Piedade ou Candeias vai encontrar parque, academia, banheiro climatizado. Vamos iniciar os trabalhos ainda esta semana”, prometeu. E mais novidades do programa deverão ser anunciadas nos próximos meses. “O Jaboatão Invest vai incentivar os habitacionais populares em todas as faixas do Minha Casa, Minha Vida. Somos uma das únicas cidades metropolitanas que ainda tem terreno para essas obras e queremos atrair esses projetos.”

Carlos Tinoco, presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE), vê com otimismo a preocupação da prefeitura com o mercado de construção civil. “Vamos ter muita procura por esses imóveis porque, para muitos pernambucanos, morar na beira-mar é um sonho de vida, e agora o mercado terá muitos produtos para ofertar”, afirmou. De acordo com o gestor, se a economia pernambucana continuar se recuperando, ainda que levemente, haverá demanda garantida para os novos prédios.