Carregando

Tipo de busca

Suspensa liminar que interrompeu demolição no Cais José Estelita

Capa

Suspensa liminar que interrompeu demolição no Cais José Estelita

Compartilhar

Decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira (28). Após o embargo, o consórcio conseguiu um novo alvará liberando a demolição dos galpões

O desembargador Adalberto de Oliveira Melo suspendeu a liminar que interrompeu a demolição dos galpões do projeto novo Recife, no Cais José Estelita, no Recife. Com essa decisão, o consórcio capitaneado pela Construtora Moura Dubeux conseguiu novo alvará da Prefeitura do Recife para retomada da derrubada dos galpões.

Na terça-feira (26), o juiz Augusto Napoleão Sampaio Angelim, da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, determinou, por meio de liminar, a suspensão da demolição de galpões na área. Visando ao empreendimento imobiliário Consórcio Novo Recife, a demolição havia começado nessa segunda-feira (25) após autorização da Prefeitura do Recife.

Segundo o Tribunal de Justiça, “tal decisão trata exclusivamente da demolição, uma vez que a construção dependerá de alvará da Prefeitura”. A construtora deu continuidade as atividades de demolição ainda nesta quinta-feira (28), com início às 17h.

De acordo com Eduardo Moura, diretor de Incorporação da Moura Dubeux, a obra terá continuidade ainda na noite desta quinta-feira (28). “A gente tem autorização para tocar a obra. A obra foi parada a pedido da PM para retirar as pessoas com maior segurança”. Sobre a parte da demolição, Eduardo esclareceu que “dois a três dias é o suficiente para demolir a parte vertical”.

Com relação à procura de vagas por desempregados, o diretor disse que “a partir desta sexta-feira, já serão contratadas 10 pessoas para serviço de servente, ao longo desses últimos dias já foram mais de três mil pessoas cadastradas à procura de vagas”.

FONTE: Portal FolhaPE – Cotidiano / Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *